sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

A difícil arte de ser sincero: preço em serviço II

Alguns leitores me perguntaram o porquê dessa fixação com preços, já que dois dos últimos posts discutem a questão (A difícil arte de ser sincero: preço em serviço e Táxis especiais: 25% a mais pelo mesmo). A resposta é simples: Diferentemente de produto, em que o preço é um pouco mais fácil de entender, serviços conta com um fator imponderável enorme.

Nós sabemos que valor é diferente de preço. Aí reside o problema com serviço. Um mesmo trabalho pode valer mais ou menos de acordo com o momento. Que nos digam os cambistas que vivem de ganahr dinheiro no momento em que a demanda é muito maior do que a oferta. Eles não estão vendendo ingressos. Estão vendendo a oportunidade de se assistir um show ou um jogo por um preço módico. Digo módico porque o valor varia, e muito, durante os poucos minutos que antecedem o começo do espetáculo. O cambista sabe que se ele não vender o ingresso até o início do evento, o preço irá despencar enormemente. A janela de oportunidade que ele tem para fazer lucro é muito pequena. E ele tem que ter uma capacidade de entender a demanda e adequar o preço de seu serviço nesse curto espaço de tempo.

Cabeleireiro

Creio que as mulheres estão mais habituadas com a questão de preço e valor em serviço do que os homens, porque elas se preocupam muito com um fator subjetivo chamado beleza. Poucos são os serviços com uma variação tão grande de preço quanto salões de beleza. Um corte pode variar de poucos reais a vários salários mínimos. E as mulheres conseguem entender a diferença de valor entre dois cortes. Que no final são parecem tesouradas dadas a esmo por uma pessoa qualquer.

Conclusão óbvia é que preço quem faz não é quem vende. É quem compra. E é isso que nós temos que entender, caso queiramos cobrar mais pelo mesmo.

Um comentário:

Rico da Artigolândia disse...

E tem alguma coisa mais complicada do que serviço?


Claro, a hora da verdade é praticada por seres humanos...

Como diria Henry Ford...

http://artigolandiadorico.blogspot.com/2009/07/foi-henry-ford_26.html

 
Locations of visitors to this page