sexta-feira, 19 de junho de 2009

Pirataria se torna legal

Foi um belo tiro pela culatra. No começo deste ano a indústria fonográfica conseguiu vencer nos tribunais a ação contra o Pirate Bay, um dos principais sites de torrents do mundo. Seus quatro fundadores foram condenados a a um ano de prisão mais multa de alguns milhões de dólares. Agora a pirataria conseguiu uma revanche em cima dos seus algozes. O Partido Pirata, criado na Suécia para representar todos que questionam os direitos autorais, conseguiu eleger dois dos 18 representantes suecos no Parlamento Europeu. O jogo está empatado.

Piratpartiet

O que chama a atenção nessa eleição é que, pela primeira vez na história, estamos assistindo a legalização da pirataria. Ela passa a ter representantes legalmente eleitos. Significa dizer que as pessoas estão levantando suas vozes contra o atual conceito do que representa direitos autorais.

Para dizer a verdade, não tenho um ponto de vista definitivo sobre o assunto. Creio que o que existe hoje não vai durar por muito mais tempo. Mas tenho certeza de que tentar barrar a mudança, como a indústria fonográfica vem tentando fazer, é a pior solução possível. É como tentar barrar um rio com as mãos. Um pouco de água você segura. Mas chega uma hora que você morre afogado.

Piratas do Caribe

O mais interessante de tudo é ver como a tecnologia vem mudando os conceitos que existiram por tantos anos. E vem tornando uma palavra que por anos representou a criminalidade num tema cool.

E viva os Piratas do Caribe!

Leia também:

O julgamento do ano

PirateBay. O julgamento do ano II

Internet: Adeus ao copyright

Copyright II

Um comentário:

Be a Javascript RockStar disse...

Eu acredito que o conceito de direitos autorais precisa revisto..

 
Locations of visitors to this page